Quanto custa para ser rainha de bateria de escola de samba

por

Um dos postos de maior destaque no desfile das escolas de samba do Rio de Janeiro e São Paulo é o de rainha de bateria. As mulheres se estapeiam e até desembolsam milhares de reais para conseguir a honra de ocupar esse posto.

A equipe do Blog 72DPI foi até a Marquês de Sapucaí no Rio de Janeiro e no Sambódromo de São Paulo para apurar quanto vale o posto de rainha de bateria.

Carnaval 2013 - Valeska Popozuda

Valeska Popozuda não se importa em gastar para carregar o título de rainha de bateria no carnaval. Em 2009, ela pagou R$ 120 mil para ser a rainha da bateria da Porto da Pedra, mas em 2011 ela perdeu o posto para Ellen Roche, depois de se negar a pagar R$ 130 mil. Em 2012, Valeska pagou R$ 30 mil para ser destaque de um carro da Acadêmicos do Salgueiro. Em 2013, ela tentou voltar para a Porto da Pedra, mas Alessandra Mattos já havia assumido o posto de rainha da bateria, substituindo Ellen Roche por R$ 50 mil.

Carnaval 2013 - Ângela Bismarchi

Antes de Valeska Popozuda, a Porto da Pedra trazia como rainha da sua bateria a modelo Ângela Bismarchi que perdeu o posto depois de botar a boca no trombone acusando a escola de cobrar de R$ 150 mil a R$ 200 mil pelo título de rainha.

Carnaval 2013 - Dani Bananinha e Patrícia Costa

A Unidos do Viradouro foi acusada de vender o posto de rainha da bateria por R$ 200 mil em 2009. O presidente da escola, Marcos Lira, negou a informação, mas em 2010 a Viradouro teve como rainha de sua bateria, Júlia Lira, de 7 anos de idade, filha do presidente da escola. Em 2011, a escola trouxe duas rainhas à frente de sua bateria: Dani Bananinha e Patrícia Costa.

Carnaval 2013 - Viviane Araújo

Em 2006, Viviane Araújo perdeu o posto de rainha da bateria nota 10 da Mocidade Independente de Padre Miguel para Thatiana Pagung. Segundo Viviane, Thatiana pagou R$ 93 mil para a escola.

Carnaval 2013 - Antônia Fontonelle

Antônia Fontonelle, viúva do diretor de TV Marcos Paulo, bateu o recorde ao desembolsar R$ 300 mil para ser a rainha da bateria da Mocidade Independente de Padre Miguel. Na ocasião, o presidente da escola, Paulo Vianna, explicou o porque do valor alto cobrado de Antônia: “Ela não tem compaço, não é muito bonita, não sabe sambar direito, mas tem caráter”.

Carnaval 2013 - Adriane Galisteu

Adriane Galisteu deu uma ajuda de custo no valor de R$ 150 mil para a Unidos da Tijuca em 2010 quando foi rainha da bateria da escola.

Carnaval 2013 - Renata Santos

Renata Santos nega, mas dizem que o seu reinado na Mangueira custou R$ 300 mil em 2010.

Carnaval 2013 - Ana Furtado

A esposa de Boninho, diretor do BBB13, Ana Furtado teria desembolsado R$ 110 mil pelo cargo de rainha da bateria da Grande Rio. A divulgação dessa notícia não agradou os integrantes da escola.

Carnaval 2013 - Gracyanne Barbosa

Dessa vez quem vai pagar a conta é o cantor Belo. Para sua esposa, Gracyanne Barbosa, voltar a ser a rainha da bateria da Mangueira, o cantor terá que fazer shows de graça para a escola.

Carnaval 2013 - Camila Silva

Em 2013, o trono de rainha da bateria da Mocidade Independente de Padre Miguel estava à venda por R$ 300 mil. Quem levou a coroa foi a morenassa Camila Silva que diz não ter pagado nenhum tostão.

Carnaval 2013 - Patrícia Nery

O maior mistério desse carnaval foi o valor pago por Patrícia Nery para ser rainha da bateria da Portela. Patrícia Nery não é gostosa e nem famosa. Ela é publicitária, tem 38 anos e é esposa de um dos dirigentes da Petrobrás.

Será que teremos a CPI do Carnaval para apurar o fato?

Fonte: Yahoo

CompartilheShare on Facebook13Share on Google+0Tweet about this on Twitter2Pin on Pinterest0Share on TumblrEmail this to someone


Leia também

 

Deixe um comentário